quinta-feira, 14 de maio de 2009

Continuando na imigração

Ontem fui à apresentação do livro "Um movimento de esperança" de Rui Marques, na Fnac de Viseu. Pensava que estava na apresentação de um livro, mas afinal estava na apresentação de um partido, um movimento, um grupo de pessoas que acreditam na esperança.
Fui ao engano!

Porém a nível de imigração gostei do que ouvi...
Se os dados que temos são estes, que "em 2008 houve apenas 3300 ofertas de emprego a empresas dirigidas a cidadãos estrangeiros" - Pedro Silva Pereira, será que vale a pena invertermos a discussão? Estamos a perder imigrantes! Devíamos querer recuperá-los! Mais e mais! Não diminuir a cota... Misturar com violência e imigração, parece o mesmo que misturar diarreia com bacalhau à braz... Depende dos ovos!

Exemplos como, Abraão a caminho..., José no Egipto, Paul Brand - médico cirurgião - Dádiva da dor de Philip Yancey, Amilton e Adriana em São Tomé e Príncipe, Cristiano Ronaldo ou Makukula, fazem-me pensar...
Abram as fronteiras! Deixem-se de medos e receios parvos!

2 comentários:

nitapika disse...

Já ouviste falar de quererem criar vagas especiais em escolas para pessoas de raça negra? Isso sim, verdadeira discriminação racial... Actuando nao seria por aí com certeza!

taraji disse...

é isso aí Luís!!!