domingo, 11 de março de 2012

Fevereiro e os livros

Em Fevereiro continuei com leituras.

O Inverno do nosso descontentamento de John Steinbeck, fui ganhando o gosto aos poucos, onde a determinação venceu a passividade da leitura fácil e rápida. Cada página era uma dôr, mas no último terço do livro, encantei-me com a análise à vida humana. Fica para leitura, as vinhas da ira, quem sabe este ano!

MI6, um livro das séries do Público, serviço britânico de informações secretas, um livro de bolso, fácil de ler, com pormenores cativantes, inspiração para 007, e tantas vezes a inspirar opinião pública. Interessante, mas superficial, para mim suficiente.

O sector cooperativo - ensaio de George Fauquet, publicado em 1935, retrata a tese Gideana, e o percurso de António Sérgio.
"O nosso ideal não se apresenta diante de nós como o termo de uma viagem marcada no mapa: está em nós como móbil de acção"
Um livro obrigatório, porque trabalho diariamente com cooperativas, cooperativas florestais.

Iniciei a leitura de:
Conversas no Adro da Igreja
PAC - o futuro da PAC do Engº Varela
SIS - Serviços Secretos Portugueses - colecção do Público

Até ao fim de Março :)

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Tenho um blog que comecei agora, O Peregrino E Servo. Meu nome é António Batalha, passei e vi seu blog e gostei, quero deixar um convite: Gostava que fizesse parte de meus amigos virtuais no blog Peregrino e Servo, Isto é, se quizer. De volta retribuirei seguindo seu blog também, se desejar colucar meu banner no seu blog me avise. Obrigado.